Apresentação
Doenças que causam feridas
Doenças que causam corrimento no homem
Doenças que causam corrimento na mulher
Doenças que causam verrugas

Abordagem Sindrômica nas Unidades de Saúde Município de São Paulo


    home     Unidades de Atendimento      APRESENTAÇÂO
Doenças que causam verrugas
HPV
HPV (Condiloma aculminado, Verrugas genitais ou Crista de galo)
a. O que é HPV?
b. Como o HPV é transmitido?
c. Quais são os sintomas do HPV?
d. Como saber se tenho HPV?
e. Como o HPV é tratada?
f. O que acontece se o HPV não for tratado?
g. Os parceiros sexuais também precisam fazer o tratamento?
h. E se eu estiver grávida?
i. Como posso evitar o HPV?

a. O que é HPV?

O HPV é o agente de uma doença sexualmente transmissível (DST). Papilomavírus humano é o nome de um grupo de vírus que inclui mais de 100 tipos diferentes. Destes, mais de trinta são transmitidos através de contato sexual, e podem infectar a , cavidade oral, lábios e área genital, como a pele do pênis, vulva, grandes lábios, ou ânus, ou os tecidos da vagina, o colo do útero .

Alguns destes vírus são considerados de “alto risco” e podem alterar o resultado do exame papanicolau e ainda induzir câncer de colo do útero, ânus ou pênis. Outros são de “baixo risco”.

b. Como o HPV é transmitido?

Os tipos de HPV que normalmente infectam a genitália são transmitidos através de contato sexual. A maioria das infecções por HPV não apresentam sintomas e, por isso, grande parte dos infectados não está cientes da sua condição de infectado, podendo assim infectar outras pessoas.

c. Quais são os sintomas do HPV?

A maioria das pessoas que tem HPV não sabem que estão infectadas. O vírus se aloja na pele e nas mucosas e normalmente não apresentam sintomas. Outras pessoas apresentam verrugas na genitália.

d. Como saber se tenho HPV?

O HPV pode provocar o aparecimento de verrugas genitais semelhantes às verrugas de outras partes do corpo. Como qualquer verruga elas não doem e podem ser múltiplas ou únicas, pequenas ou grandes, rosadas ou acastanhadas. Quando não são tratadas, as verrugas do HPV podem crescer em tamanho e número, adquirindo o aspecto semelhante ao da “couve-flor”. Popularmente, as verrugas genitais são conhecidas como “Crista de Galo”. Os médicos costumam chamá-las de Condiloma Acuminado.

Nas unidades especializadas em DST/AIDS da cidade de São Paulo você encontrará profissionais capacitados a lhe orientar.

Clique aqui e descubra uma unidade de DST/AIDS.

e. Como o HPV é tratada?

O tratamento para o HPV pode eliminar as verrugas e controlar a doença. Existem várias opções de tratamento e os resultados vão depender do sistema imunológico de cada um.

Algumas pessoas entram em contato com o vírus e não adquirem a doença. Outras adquirem o vírus e o eliminam espontaneamente.

Pessoas com imunidade baixa, soropositivas para o HIV, transplantadas ou em quimioterapia, podem adquirir e permanece com o vírus. As verrugas deverão ser tratadas à medida que forem aparecendo.

Finalmente, outras pessoas ficarão com o vírus em forma latente, sem que ele apresente sintomas. Neste caso, as lesões podem reaparecer, em algum momento da vida.

f. O que acontece se o HPV não for tratado?

O HPV está presente em 95% dos casos de câncer de colo uterino, sendo um dos principais causadores desta doença. Ele também está presente em quase metade dos casos de câncer de pênis e pode ser responsável por casos de câncer anal. O homem, mesmo sendo portador do vírus, não apresenta lesão visível em cerca de 80% dos casos.

O HPV pode permanecer no corpo humano sem apresentar sintoma, por muito tempo. As primeiras manifestações podem surgir, em geral, de dois a oito meses, mas podem demorar até vinte anos. É praticamente impossível determinar em que época uma pessoa foi infectada.

g. Os parceiros sexuais também precisam fazer o tratamento?

Se o resultado der positivo para o HPV, seu parceiro ou parceira também deverá fazer o exame médico e, no caso de resultado positivo para ele ou ela, seguir o tratamento indicado pelo seu médico.

h. E se eu estiver grávida?

Raramente, mulheres grávidas transmitem HPV para seus bebês durante o parto. O recém-nascido que é exposto ao HPV durante o parto pode desenvolver verrugas na laringe.

i. Como posso evitar o HPV?

As dicas seguintes podem ajudar a evitar infecções:

  • Saiba que a camisinha reduz o risco, mas não elimina a possibilidade de infecção ou de transmissão do vírus;
  • Se você tiver uma vida sexual ativa faça exames médicos periodicamente.
Fonte: Department of Health and Mental Hygiene, New York City Government - 12/2003